(Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Em seu discurso de encerramento da conferência Google I/O, o presidente do Google, Larry Page, aconselhou os desenvolvedores a buscarem criar aquilo que não existe, em vez de segregarem o acesso à inovação e se deixarem tomar pela negatividade. E, durante a fala, acabou criticando a Microsoft.

Para ele, a ex-empresa de Bill Gates apenas se aproveitou de algumas inovações do Google. Ele citou, por exemplo, a recente integração do Google Talk à plataforma Outlook, sem que uma opção semelhante de utilização fosse fornecida pela concorrente. Page disse que a empresa continuará a apoiar incondicionalmente as plataformas de código aberto e lamentou o fato de concorrentes não terem a mesma atitude.

O executivo afirmou que estamos ainda nas porcentagens iniciais do que é possível fazer com tecnologia hoje em dia e que os desenvolvedores estão apenas “arranhando a superfície” do potencial atual. Ele citou os carros que dirigem sozinhos como uma boa maneira de impulsionar a criatividade, já que a mente ficaria livre durante a viagem.

Cupons de desconto TecMundo: