Imagem de: Google admite que criptografia do Hangouts não é de 'ponta a ponta'

Google admite que criptografia do Hangouts não é de 'ponta a ponta'

1 min de leitura
Avatar do autor

Por muito tempo, imaginou-se que o Google Hangouts utilizava um sistema de criptografia de ponta a ponta (end-to-end), que permitiria um sigilo total das informações transmitidas entre dois usuários — uma vez que somente eles teriam a chave para decodificar a encriptação. Mas agora, uma nova informação da própria Google deixa claro que isso não é exatamente como se imaginava.

A revelação foi feito durante um Ask me Anything no Reddit, na qual alguns membros do departamento legal e das políticas públicas responderam algumas perguntas para os usuários. Lá, eles revelaram: “Um porta-voz confirmou que o Hangouts não usa encriptação end-to-end. Isso torna tecnicamente possível que a Google tenha acesso a conversas se isso for requisitado por agentes legais.”.

Ou seja: caso a Justiça de alguns países determine que a Google revele o que foi trocado de informações entre dois usuários. Vale dizer que há uma série de serviços bem difundidos que utiliza a encriptação de ponta a ponta, incluindo o FaceTime da Apple. Será que isso vai mudar algum dia ou ainda veremos mais serviços revelando que não trazem criptografia total para os usuários?

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Google admite que criptografia do Hangouts não é de 'ponta a ponta'