Falando ao The Wall Street Journal, Eric Schmidt, presidente-executivo de conselho da Google, afirmou que o projeto Google Glass continua em andamento, apesar de a companhia ter encerrado a venda da primeira versão do gadget em janeiro. "É uma grande e fundamental plataforma para a Google", definiu o executivo.

"Nós encerramos o programa Explorers e a mídia tirou a conclusão de que isso representava um cancelamento de todo o projeto, o que não é verdade. A Google gosta de correr riscos e estamos ajustando o Glass. Isso não quer dizer estamos acabando com o aparelho", disse.

O acessório vestível foi deslocado dos laboratórios da Google X para uma unidade dentro da Nest, divisão de Casa Conectada encabeçada por Tony Fadell, o criador do iPod, que tem a missão de tornar o Glass "pronto para o usuário". No entanto, Ivy Ross continua à frente do projeto.

Schmidt diz que o Glass tem similaridades com o carro autônomo que a Google está desenvolvendo: ambos são projetos de longo prazo. "Isso é o mesmo que dizer que o carro que dirige sozinho é uma decepção porque não está nas ruas", compara. "Essas coisas levam tempo".

Cupons de desconto TecMundo: