Você deve se lembrar daqueles rumores sobre a saída do brasileiro Hugo Barra da Google. Falava-se na época que Barra teria saído da gigante das buscas por conta de um suposto triângulo amoroso incluindo ele, o co-fundador da Google Sergey Brin e uma funcionária da empresa, mais tarde identificada como Amanda Rosenber. Para não deixar de repercutir o assunto, a revista norte-americana People resolveu comentar sobre o assunto, mas parece que um grande erro foi cometido. Em vez da foto de Amanda, a revista acabou colocando uma empresária de Nova York em suas páginas. Agora, a revista pode perder US$ 4 milhões por conta de um processo judicial para pagar pelo erro.

A empresária em questão é Nathalie Clercq, de 30 anos. Ela foi fotografada por um paparazzo enquanto andava de bicicleta pelas ruas de Nova York e utilizava um Google Glass. Além de serem um tanto parecidas, as duas têm o costume de usar o gadget da empresa que, na época, era uma coisa bastante rara.

Nathalie Clercq (esquerda) e Amanda Rosenberg (direita) foram confundidas por causa do Glass

No processo contra a People, Clercq pede US$ 4 milhões para compensar suas perdas. Isso porque, na época da publicação, ela estava lançando um novo empreendimento na internet e, segundo ela, a exposição negativa na revista a atrapalhou significativamente.

A revista não se pronunciou sobre o assunto e também não há informações sobre o porquê do processo começar a correr somente agora.

De qualquer forma, Hugo Barra saiu da Google, mas afirma que não foi por conta do tal triângulo, e Brin divorciou-se da sua esposa. Nenhum detalhe sobre seu suposto romance com Amanda Rosenberg foi publicado recentemente.

Cupons de desconto TecMundo: