Durante o mês de outubro, todos estavam empolgados para o próximo evento da Google, que revelaria os smartphones mais esperados da empresa. Além de revelar ao público o Pixel e o Pixel XL, a Gigante das Buscas nos deu uma surpresa agradável: o Google Daydream VR, um acessório de realidade virtual para os smartphones.

Como é de praxe, a imprensa internacional tem uma vantagem e sempre tem o aparelho em mãos primeiro que o resto do mundo, pois os veículos fazem o review antes que o aparelho chegue às lojas. Para dar uma breve prévia do que esperar do óculos VR, fizemos um compilado das impressões dos principais sites americanos.

Spoilers: as reações têm sido bem positivas e, no geral, a imprensa tem curtido bastante, principalmente pelo conforto que o periférico oferece. Alguns portais criticaram um pouco as vantagens, que poderiam ser melhores, enquanto outros mencionaram o preço, que fica muito além do cardbox. Confira:

TechCrunch

No geral, o site diz que o gadget pode virar tendência para o futuro, com muitas desenvolvedoras criando apps compatíveis com o Daydream. Por ora, por mais que seja algo de nicho, o produto traz um design muito confortável, qualidade durável e que prioriza a simplicidade acima de tudo.

Daydream foi elogiado

Gizmodo

O Gizmodo talvez tenha sido o veículo que mais fez elogios ao gadget da Google, com um título bem opinativo: “O headset VR da Google é tão confortável que eu não quero mais tirar”. Resumidamente, o conforto foi o mais elogiado, além do custo-benefício de um óculos em combinação com um controle. A simplicidade foi algo positivo, mas o site não gostou do tecido que absorve suor e dificulta a limpeza e também diz não ser a melhor experiência VR por depender dos sensores do smartphone.

Controle do Google Daydream

Android Central

O veículo segue a tendência dos demais já citados, elogiando bastante o conforto, a simplicidade, o custo-benefício e o controle. A maior diferença aqui é que o portal contraria o Gizmodo e diz que a experiência VR é muito boa. Entre os pontos negativos, o site diz que o vazamento de luz quebra a imersão e que a quantidade de apps compatíveis no lançamento é baixa.

Simplicidade é um dos aspectos positivos

The Verge

O The Verge, um dos principais sites americanos, citou bastante a interface e controles do Daydream, comentou sobre o conforto do aparelho e o potencial de integração com o Android. Porém, o site criticou a integração apenas com o Google Pixel no lançamento, a falta de bons apps e que ajustar as melhores configurações demora.

Custo-benefício e conforto foram muito elogiados

Engadget

No geral, o Engadget adorou o Google Daydream e comentou tudo o que os outros veículos já citaram: design elegante, simplicidade de uso, confortável de utilizar, experiências de realidade virtual imersivas e controles de movimento muito bons. Os maiores pontos negativos, mais uma vez, são a falta de bons apps e o suporte para outros smartphones no lançamento.

Google Daydream

Mashable

De todos os sites, o Mashable foi o que mais fez críticas e mais ficou cético em relação ao Daydream. Apesar de ter uma visão relativamente positiva, o veículo considera o VR da Google aquém do Samsung VR e diz que ainda há chão para chegar na qualidade desejável, por conta da constante calibragem dos controles e campo de visão menor que os concorrentes.

Mashable criticou os apps

Cupons de desconto TecMundo: