(Fonte da imagem: Reprodução/Google Chrome Blog)

A partir da última versão Beta do navegador Chrome, a Google começa a permitir que o software seja configurado para funcionar de forma restrita dependendo do usuário que acessar suas funções. A novidade permite que pais e responsáveis por uma rede bloqueiem o acesso a sites considerados ofensivos ou que não correspondam ao ambiente no qual o computador ou notebook está inserido.

As configurações do novo recurso podem ser acessadas através da página de gerenciamento do programa, que permite configurar diversos perfis de uso diferentes. Além de permitir que determinadas páginas da internet sejam bloqueadas, a novidade possibilita fixar o uso do SafeSearch durante a pesquisa por conteúdos ou imagens utilizando o buscador da Google.

Além de ser parte integrante dos Chromebooks mais recentes, o recurso pode ser acessado na versão Beta do Chrome para Windows, Mac e Linux. Segundo a empresa, esse é só o começo de seus esforços para tornar o ambiente da internet mais seguro e a resposta dos usuários será essencial para que ela possa desenvolver novos recursos do tipo.

Cupons de desconto TecMundo: