Recurso ainda está em fase de testes, mas pode ser habilitado com a ajuda do Android SDK (Fonte da imagem: Reprodução/OMG Chrome)

Se você utiliza o navegador Opera no seu smartphone ou PC, certamente está habituado com a milagrosa função “Turbo” presente nas duas versões do browser. Esta, ao ser ativada, faz com as páginas visitadas sejam carregadas mais rapidamente e é voltada sobretudo para usuários que sofrem com conexões lentas e instáveis.

De acordo com um pequeno código divulgado por um desenvolvedor da Google na última sexta-feira (1), no GitHub do projeto Chromium (versão alternativa do Chrome que conta com as mesmas funcionalidades e código-fonte do navegador original), a versão móvel do navegador mais popular da web pode ganhar uma função semelhante ao Opera Turbo em suas próximas atualizações.

O recurso, que está sendo apelidado por entusiastas como “Chrome Turbo”, utilizaria um protocolo patenteado pela empresa e conhecido como SPDY (diminutivo para speedy, ou veloz, em português), cujo principal objetivo é “agilizar o carregamento dos sites através de otimizações de páginas utilizando de servidores proxy da própria Google”.

Na prática, o SPDY comprime partes de um site visitado e envia múltiplas correntes de dados através de uma mesma conexão, categorizando elementos da página como alta ou baixa prioridade. Outro browser que conta com uma função semelhante é o Amazon Silk, navegador da Amazon desenvolvido exclusivamente para seu tablet Kindle Fire.

Embora o Chrome Turbo ainda seja um recurso aparentemente em fase de testes, já é possível habilitá-lo em seu dispositivo móvel e testá-lo por sua conta e risco. Para isto, basta conectar seu smartphone no seu PC, ativar a depuração USB e utilizar o comando adb shell ‘echo “chrome –enable-spdy-proxy-auth” > /data/local/tmp/content-shell-command-line’ através do Android SDK.

Cupons de desconto TecMundo: