O Google chegou com tudo durante a I/O 2017 e abriu a conferência falando de uma de suas principais apostas para este ano, o Google Assistant. O assistente pessoal virtual da empresa teve inúmeras novidades reveladas ao longo da conferência, com destaque especial para o suporte para português brasileiro e versão para iOS.

A companhia anunciou também que o recurso estará mais amigável a terceiros, ou seja, assim como acontece com a Cortana no Windows e com a Siri no iOS, desenvolvedores de apps para Android poderão usufruir das funções do assistente para incrementar a experiência com seus aplicativos. Além disso, o Assistant também  contará com suporte para interações a partir de texto, tal qual o M, do Facebook.

Oi! Como posso ajudar?

Sim, muito em breve, usuários poderão conversar no bom e velho português brasileiro com o Google Assistant. O recurso anunciado na tarde desta quarta-feira (17) trouxe uma novidade bem interessante para nós brasileiros, que não precisaremos mais gastar o inglês para obter ajuda do assistente.

Google Assistant em português brasileiro chega em julho ou agosto deste ano.

Segundo informou a empresa, a novidade chega por aqui entre os meses de julho e agosto. O anúncio deve trazer grande retorno para a Google no Brasil, pois pode ajudar a popularizar ainda mais os produtos da companhia em terras brasileiras, especialmente o Google Home.

Também no iOS

Outra novidade que agitou o público que acompanha o I/O de perto foi o anúncio de que o Assistant ganhará suporte para iOS. Apesar do alarde, a Google informou que seu assistente pessoal funcionará em um aplicativo independente dentro da plataforma da Apple e terá menos recursos do que no Android, uma limitação imposta pela API da Maçã.

Mesmo assim, você vai poder enviar mensagens via iMessage ou pedir para o Deezer ou o Spotify tocarem uma música específica. Já funções básicas, como ativar o alarme ou adicionar um lembrete, não serão possíveis com o Google Assistant no iOS.

 Por texto ou por voz

Para a alegria de muitos, o Google Assistant vai ganhar um teclado virtual. Isso quer dizer que a ferramenta ainda será útil e funcional mesmo quando você não puder emitir um comando de voz para ela. Isso pode ser especialmente importante, por exemplo, quando você precisa recorrer ao assistente sem fazer qualquer barulho.

Entendendo o recado (de que você quer silêncio), o Assistant também fica quietinho e traz todas as respostas que você precisa em forma visual, seja em texto, vídeo ou imagem. Como a ideia do Google é diferenciar o assistente de uma busca convencional, a interação com ele se dará de forma bastante intuitiva e natural, como se você estivesse em um chat com outra pessoa.

Google Assistant ganha teclado e amplia as possibilidades de interação entre usuário e assistente

E se quiser retornar a algo que foi “conversado” anteriormente com o Assistant em seu dispositivo móvel, não se preocupe: o aplicativo mantém um histórico completo de suas interações. Assim, é só rolar a tela e achar exatamente aquilo que você precisa.

Mais recursos para desenvolvedores

A Microsoft já fez isso com a Cortana, a Apple fez com a Siri e, agora, chegou a vez do Google. A Gigante da Web vai oferecer mais ferramentas para desenvolvedores que quiserem adicionar recursos de comando de voz em seus aplicativos por meio do Assistant.

Assim, em breve, espere uma inundação de apps que suportam interações a partir do assistente virtual. Você poderá, por exemplo, pedir uma pizza no aplicativo de sua loja favorita por meio do Assistant, passando por todas as etapas do pedido até o pagamento e a confirmação final. E isso se aplica a outros apps, mesmo os que não vendem nada.

Cupons de desconto TecMundo: