A internet trouxe novas possibilidades para uma série de atividades, inclusive para o crime. Bom exemplo disso vem dos Estados Unidos, onde três homens foram presos nesta terça-feira (6) após aplicarem golpes bancários pelo Instagram. O método utilizado pelo trio era bem peculiar: eles criaram perfis fakes de bancos reais e prometiam a outros usuários dividir o dinheiro obtido com o golpe.

“Esses ladrões utilizam ferramentas de social media modernas para atrair pessoas para ajudá-los a cometer crimes à moda antiga — depositando cheques fraudulentos em contas bancárias e sacando dinheiro que não pertence a eles”, revela o procurador-geral da Pensilvânia, Josh Shapiro.

Investigações desde fevereiro

As investigações começaram em fevereiro deste ano, quando a polícia descobriu que dois usuários do Instagram usavam o logo de duas instituições financeiras em suas contas e pediam que correntistas daqueles bancos entrassem em contato. Um investigador entrou em contato e foi atendido por um dos criminosos, que revelou a ele como o esquema funcionava.

Na conversa, o golpista contou que iria depositar uma série de cheques fraudulentos na conta do policial para sacar tudo logo em seguida, garantindo que o fruto do golpe seria dividido com o correntista. As investigações seguiram da mesma forma com outro fraudador do mesmo trio, até que eles foram desmascarados e presos. Os três serão processados por formação de quadrilha para cometer roubo por fraude.

Cupons de desconto TecMundo: