Essa semana, três funcionários da Google responsáveis pelo novo aplicativo Inbox responderam perguntas de usuários em um tópico estilo “pergunte-me qualquer coisa” do Reddit. Entre as novidades que acabaram escapando, existe um plano bastante ambicioso para o futuro do Inbox.

Quando perguntado sobre o Inbox futuramente substituir o Gmail, Jason Cornwell, líder da equipe de design do Inbox, respondeu que “A curto prazo, não. Mas a longo prazo, nós esperamos que sim. O Inbox é algo novo e é por isso que o estamos lançando como um produto separado. Nós nos importamos bastante com o Gmail e com os usuários do serviço, mas a longo prazo, conforme adicionarmos mais funções ao Inbox e respondermos o feedback dos usuários, nós esperamos que todo mundo prefira usar o Inbox no lugar no Gmail. Porém, no final das contas, quem decide é o usuário.”

O designer também explicou que as funções do Inbox não poderiam ser simplesmente adicionadas ao Gmail, pois a maneira com que as pessoas usam emails mudou muito desde que eles lançaram o serviço. Além disso, incluir essas funções não resolveria os problemas que o Gmail tem hoje. Eles precisavam começar do zero para construir uma ferramenta que oferecesse controle total ao usuário.

Novidades

Entre algumas das funções que em breve devem chegar ao Inbox, estão: cancelar envio, personalizar o tempo de soneca, caixa de entrada integrada para gerenciar vários emails, adicionar assinaturas, de mudar a notificação sonora do aplicativo e integração com o Drive, que foi adicionada ao Gmail essa semana.

Atualmente, o Inbox ainda está na fase de testes, e o usuário precisa receber convite para experimentar o novo serviço. Esperamos que, quando ele finalmente for disponibilizado para todo mundo, a empresa realmente deixe os usuários decidirem sobre o futuro dele e do Gmail. Os órfãos do Google Reader não aguentariam outro serviço amado indo para o limbo sem muita explicação.

Cupons de desconto TecMundo: