(Fonte da imagem: Reprodução/Sparrow)

Apesar de não ser tão popular aqui no Brasil, o Sparrow chamou a atenção de pessoas do mundo inteiro. O cliente para Gmail que facilita a forma com que as pessoas enviam e recebem suas mensagens foi tão bem aceito que a própria Google se interessou pela novidade e confirmou a compra da companhia nesta sexta-feira.

Mas o que isso significa na prática? Em um email enviado a todos os usuários do programa, o criador do aplicativo, Dom Leca, declarou que o Sparrow deixará de receber novos recursos, já que todos os membros da equipe responsável pelas atualizações estarão se dedicando a melhorar a experiência do próprio Gmail. Isso não quer dizer, no entanto, que as versões para Mac e iOS deixarão de funcionar e que elas continuarão recebendo suporte de seus desenvolvedores.

(Fonte da imagem: Reprodução/Sparrow)

Além disso, uma fonte ligada ao site The Verge afirma que a aquisição da pequena empresa pela gigante da internet foi tranquila e que o valor da compra foi de US$ 25 milhões — pouco mais de R$ 50 milhões na cotação atual.

O significado dessa “incorporação” ainda permanece um pouco nebuloso, principalmente quanto às previsões para o futuro. Para muitos, o fato de a Google ter comprado a Sparrow foi uma resposta em relação ao ótimo suporte que o grupo estava dando aos sistemas da Apple e, a partir de agora, eles trabalhariam em algo semelhante e exclusivo para Android.

Por outro lado, há quem acredite que a empresa pretende apenas usar a visão dos desenvolvedores para trazer melhorias significativas à interface do Gmail, seja em termos visuais ou de acessibilidade. De uma forma ou de outra, teremos de esperar para saber o que está vindo por aí.

Fonte: Sparrow, The Verge, CNET, Phandroid, Gizmodo

Cupons de desconto TecMundo: