(Fonte da imagem: Reprodução/Google)

A Google está decidida a banir imagens de pornografia infantil da internet e anunciou novas medidas para identificar e rastrear essas publicações na rede.

A empresa pretende criar um banco de dados para que agências de proteção ao menor, fundações e departamentos de justiça possam coletar fotos dessa natureza e pedir a remoção delas da internet.

De acordo com o jornal The Telegraph, a proposta da Google chega após o discurso do primeiro-ministro britânico David Cameron, que recentemente demonstrou publicamente repúdio a essas imagens e solicitou ações mais efetivas das grandes companhias da web para combater esse mal.

Além de compartilhar e coletar informações sobre a prática da pornografia infantil na rede através desse banco de dados, a Google montou um fundo de US$ 2 milhões para ajudar desenvolvedores independentes de software a criar programas que ajudem a rastrear esse tipo de material na web.

O plano da Google é que essas novas ações contra a pornografia infantil estejam funcionando plenamente dentro de um ano.

Cupons de desconto TecMundo: