Galaxy Tab 3 pode seguir na linha do Razr i e trazer um processador Intel dentro da carcaça. (Fonte da imagem: Reprodução/SamMobile)

Depois de alguns boatos pouco animadores sobre a próxima geração da linha Galaxy Tab, finalmente uma notícia que pode mudar a cara dos tablets da Samsung começou a circular na internet. Um GT-P5200 foi flagrado em testes de benchmark ontem com um processador de 1,6 GHz produzido pela Intel.

Com isso, as especulações sobre os Galaxy Tab 3 recomeçaram e já se acredita que essa geração de tablets terá mesmo um processador Atom x86 embaixo do capô. Com isso, é de se esperar que o desempenho dos dispositivos será bem superior ao que vemos na atual geração dual-core de 1 GHz.

Segundo informações dos sites que flagraram o aparelho da coreana, o tablet de 10,1 polegadas terá um Intel Atom chamado Clover Trail. Entretanto, outras fontes confirmaram que essa é uma parceria aparentemente isolada, já que a Samsung também planeja lançar versões do Galaxy Tab 3 com processadores fabricados por ela própria, os Exynos, além de uma outra versão com chips da NVIDIA. Caso isso se confirme, a empresa realmente pretende deixar a linha de tablets bem diversificada.

Aparelho foi flagrado enquanto fazia testes de desempenho. (Fonte da imagem: Reprodução/SamMobile)

Voltando para o aparelho flagrado com processador Intel, outros rumores indicam que ele pode estar sendo chamando pela fabricante de Samsung Santos 103. Além disso, a tela teria uma resolução de 1280x800.

Com esses rumores, alguns chips da Intel para o mercado mobile entraram na conversa e acredita-se que a Samsung deverá usar o Atom Z2520 dual-core, que pode trazer versões de 800 MHz até 1,6 GHz. Entretanto, como o dispositivo que apareceu nos benchmarks contava com esse último, é de se esperar que essa seja mesmo a capacidade de processamento dos novos Galaxy Tab.

Cupons de desconto TecMundo: