(Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

Mesmo depois de a batalha judicial entre Apple e Samsung ter finalmente acabado, as consequências continuam aparecendo e a influenciar o mercado — além do próprio consumidor. Dessa vez, no entanto, a notícia é bastante boa para quem é fã da fabricante sul-coreana.

Lembra-se de que a companhia havia sido proibida de vender o Galaxy Tab 10.1 nos Estados Unidos? Pois essa decisão acaba de ser derrubada e o tablet já pode ser encontrado nas lojas do país após ter ficado três meses longe das prateleiras.

O fim do bloqueio foi determinado após a juíza Lucy Koh — a mesma que impediu a Samsung de comercializar o aparelho — decidir que, das diversas quebras da patente realizadas pela empresa asiática no Galaxy Tab 10.1, o design não era uma delas. Desse modo, não havia razão para manter a proibição.

Porém, o que realmente impressionou quem ainda se importa com essa briga é o fato de que, além de permitir que o tablet volte a ser vendido nos Estados Unidos, a juíza também decretou que a Apple pague US$ 2,6 milhões — cerca de R$ 5,3 milhões na cotação atual — como gastos do processo para a rival, além dos prejuízos relacionados ao período em que o hardware não pôde ser vendido.

Fonte: The Verge, CNET, ArsTechnica

Cupons de desconto TecMundo: