Anunciado oficialmente durante a IFA 2014 e respoonsável por causar uma recepção mista pelo público, o Galaxy Note Edge deve ser disponibilizado de forma limitada pela Samsung. Segundo o presidente da companhia, D.J. Lee, o dispositivo se trata de uma “edição limitada conceitual” que, devido às tecnologias, vai ser disponibilizado em quantidades restritas a países selecionados.

O anúncio foi feito na última terça-feira (23), durante a coletiva de imprensa na qual a companhia divulgou a data de lançamento do Galaxy Note 4. Segundo Lee, o Note Edge vai começar a ser vendido na Coreia do Sul a partir do final de outubro deste ano, enquanto outras regiões do planeta vão ter que esperar até 2015 para receber o phablet de maneira oficial.

Embora o preço oficial do produto não tenha sido anunciado, tudo indica que ele vai ser ligeiramente mais caro que o Note 4 graças à tela adicional presente em sua lateral. A empresa de análise de mercado Hyundai Securities prevê que somente 1 milhão de unidades do Edge deve chegar às lojas este ano — frutos das complicações que a Samsung deve enfrentar para produzir o aparelho e das dificuldades que parte do público deve ter em aceitar um gadget com uma tela curva adicional.

Cupons de desconto TecMundo: