Embora todos esperassem que a Samsung trouxesse à IFA 2014 a nova versão do Galaxy Note, a empresa decidiu surpreender e apresentar ao público uma adição complementar à sua linha de phablets. Adequadamente chamado de Galaxy Note Edge (sendo que “edge” significa beirada), o dispositivo se diferencia por apresentar uma tela lateral com funções dedicadas que trabalha de forma individual ao display principal do gadget.

Além de oferecer um espaço adequado para a exibição de notificações, esse painel lateral também visa facilitar a navegação pelas funções do aparelho. Ele faz isso ao permitir a exibição de dados relacionadas à bolsa de valores, manchetes de notícias e ao oferecer atalhos para acesso rápido a vários dos aplicativos instalados no dispositivo através de toques do botão opositor — todos elementos que podem ser configurados pelo próprio usuário.

Embora em um primeiro momento essa adição pareça insignificante, bastam alguns segundos com o Note Edge para notar a diferença proporcionada pelo painel lateral. Provavelmente ciente das dificuldades de navegação resultantes do uso de telas muito amplas, a Samsung criou uma solução que dispensa ter que usar as duas mãos (ou a Stylus) para acessar os recursos mais usados do phablet.

Hardware semelhante ao Note 4

Em matéria de especificações, são poucos os fatores que diferenciam o Galaxy Note Edge do Galaxy Note 4. Entre eles está o tamanho de sua tela principal (5,6 polegadas contra 5,7 polegadas), a bateria de 3.000 mAh e a aparente indicação de que o gadget não deve ganhar um lançamento baseado no chipset Exynos octa-core.

Isso significa que as principais qualidades do aparelho da linha principal se mantém intactas: a bela tela Super AMOLED possui a resolução 2560x1440 pixels (QHD), o que garante a possibilidade de visualizar claramente qualquer elemento exibido pelo phablet. A tecnologia empregada pela fabricante garante cores bastante vivas aos elementos, e é difícil não sentir a diferença do produto em relação a um concorrente que trabalha somente com o padrão Full HD (1920x1080 pixels).

Para completar, detalhes como o sensor de impressões digitais e o sensor de batimentos cardíacos funcionam da maneira esperada. Infelizmente, devido ao tempo reduzido que tivemos com o aparelho, não pudemos testar quesitos como a duração de sua bateria e o desempenho em aplicativos mais pesados.

Em resumo, ao menos em uma primeira impressão o novo aparelho da Samsung surpreende de maneira bastante positiva. O painel lateral adotado pela empresa possui funções promissoras e deve servir como um diferencial para a empresa expandir ainda mais a sua influência sobre o mercado de phablets.

A equipe do TecMundo viajou à IFA 2014 a convite da TP Vision/Philips.

Cupons de desconto TecMundo: