Além de exibir configurações poderosas — como o processador Snapdragon 805 —, o Galaxy Note 4 se destaca no segmento de phablets por oferecer uma câmera poderosa capaz de tirar fotos com uma ótima qualidade. Curioso quanto ao hardware empregado pela Samsung para tornar isso possível, o site IT168 decidiu desmontar o phablet e descobriu alguns detalhes interessantes sobre seu interior.

No caso das fotografias, um dos principais responsáveis pela qualidade das imagens capturadas é o sensor IMX240 de 16 megapixels fabricado pela Sony. Com a revelação, ficam claros os motivos pelos quais a fabricante não fez qualquer comentário sobre sua tecnologia proprietária ISOCELL, presente no Galaxy S5— ela simplesmente não está presente no novo produto.

O IMX 240 é um sensor de 1/2.6 polegadas, o que significa que ele ocupa um espaço aproximadamente 15% maior do que os sensores de 1/3 polegada presentes na maioria dos smartphones de alto desempenho. Com isso, o hardware se mostra capaz de capturar pixels com tamanho de 1,1 micron, o que possibilita a captura de imagens com uma qualidade surpreendente.

O que não fica claro no momento são os motivos pelos quais a Samsung decidiu deixar de lado seu sensor proprietário, dando preferência a uma peça produzida pela Sony — que, tecnicamente, é sua concorrente no mercado de smartphones e phablets. Ao que tudo indica, a companhia enfrentou problemas relacionadas à escassez de peças ou não se sentiu segura ao empregar o sensor do Galaxy S5 em seu novo produto top de linha.

Cupons de desconto TecMundo: