Enquanto nós aqui do ocidente ainda esperamos o lançamento global oficial do mais novo phablet top de linha da Samsung, o Galaxy Note 4 já chegou às prateleiras em regiões seletas do mercado asiático. Em preparação para a chegada do aparelho no resto do mundo, os desenvolvedores profissionais estão empregando seu tempo para lançar seus produtos para o dispositivo.

Um dos mais renomados e notáveis deles é aquele conhecido como Chainfire, responsável pelo root de uma grande quantidade de smartphones ao longo dos últimos anos. Como sempre, ele não perdeu tempo para criar um método para a novidade e já liberou um caminho para algumas variações asiáticas do phablet da Samsung, os modelos SM_N910C, SM-N910U e SM-N910W.

Além disso, Chainfire também afirmou que os potenciais compradores do Galaxy Note 4 podem ficar tranquilos, pois o método de realização do root para a versão restante do phablet será divulgado pouco depois de sua chegada ao mercado. A novidade, porém, não vem completamente sem riscos.

Por sua conta e risco

A principal ressalva é que o método do desenvolvedor afeta a garantia do Knox no aparelho, o que pode – ou não – causar certa dificuldade para utilizá-la quando necessário. Para quem não sabe, a garantia do Knox funciona como um “e-fusível” de uso único, que é “queimado” caso você faça root no aparelho ou rode um firmware, kernel ou outro software do tipo que não seja o padrão do dispositivo.

Cupons de desconto TecMundo: