Talvez seja uma indignação disfarçada diante do atual consumismo tecnocrático... Difícil saber. Fato é, entretanto, que se lançar sobre “pobres” gadgets com arbitrariedade e ferramentas destrutivas — seja uma pistola ou um liquidificador — tem virado uma espécie de moda fanfarrona, como prova a batalha travada entre um Galaxy Gear e um belo exemplar de tecnologia militar no vídeo acima.

É verdade que, antes de alvejar o smartwatch com o seu HK 417, Richard Ryan lançou alguns “jabs”. Na verdade, o aparelho lidou muito bem com a água, a terra e o concreto. O problema foi mesmo o projétil de 7,62 milímetros — aí não teve jeito.

(Fonte da imagem: Reprodução/YouTube (RatedRR))

Mas algo ali realmente impressiona: talvez o desfecho mais óbvio fosse um Galaxy Gear espatifado, lançando pedaços para todos os lados. Em vez disso, entretanto, o gadget acabou apenas com o visor quebrado e um furo — bastante notável, é verdade. Talvez isso pudesse valer alguns pontos extras, vai saber.

Cupons de desconto TecMundo: