(Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

O smartwatch Samsung Galaxy Gear envolveu-se em duas polêmicas recentes, uma sobre a quantidade de unidades vendidas até o momento e a outra relacionada a ROMs customizadas que já estariam surgindo na internet.

A questão das vendas parece ter sido apenas um mal-entendido. Tudo começou quando o site Business Korea soltou em uma nota que o smartwatch da Samsung vendeu apenas 50 mil unidades nesses dois meses de comercialização.

Mas o número, que seria um fracasso absurdo, parece valer apenas para a Coreia do Sul: a fabricante correu para esclarecer o assunto e afirmou que aquele era somente o relatório local. Segundo a Samsung, em todo o mundo as vendas do acessório já ultrapassam os 800 mil, transformando o Galaxy Gear no relógio inteligente de maior sucesso até o momento.

Olha a ROM!

Independentemente de quantas pessoas tenham comprado o Galaxy Gear, o acessório não escapou da ação de hackers que são especialistas em rootar e modificar sistemas operacionais. Já corre por fóruns como o XDA uma ROM customizada do aparelho, batizada de Null.

(Fonte da imagem: Reprodução/XDA Developers)

Trata-se de uma versão do Android com a Nova Launcher. Nela, o relógio pode realizar buscas na internet e também instalar aplicativos terceirizados. Há suporte para papéis de parede, gravações em vídeo de 60 segundos e pareamento múltiplo via Bluetooth. Por enquanto, não há indícios de problemas com a modificação. Clique aqui para acessar o tópico original, que inclui o passo a passo da instalação, e faça todo o processo por sua conta e risco.

Cupons de desconto TecMundo: