Competidores vestidos de forma estranha em uma maratona não são nenhuma novidade, porém o objetivo de Joseph Tames é muito maior que simplesmente chamar a atenção. Com um uniforme estranho e recheado de aparelhos de alta tecnologia, o corredor tem como objetivo transmitir em tempo real seu avanço durante a Maratona de Tóquio.

O projeto, batizado como iRun, tem como base um dispositivo complexo desenvolvido pelo próprio corredor para maior estabilidade durante atividades movimentadas. Entre as peças usadas no projeto estão quatro iPhones fixados em bases rotáteis, um smartphone Android, três routers Wi-Fi portáteis e uma turbina de vento (na verdade um simples catavento que serve somente como enfeite).

Completando o pacote está um monitor de condições atmosféricas, um monitor de frequências cardíacas e uma antena no capacete responsável pelo envio de dados para satélites. Todo esse equipamento servirá para a transmissão do percurso de 42 quilômetros através de duas câmeras pelo Skype e FaceTime.

Grande quantidade de informações

Além das imagens da corrida, quem acompanhar o percurso feito por Tames terá acesso a informações sobre seu progresso, frequência cardíaca e ritmo. Um aplicativo desenvolvido para o Android será responsável por capturar e transmitir dados como a quantidade de carbono, umidade ambiente e até mesmo os níveis de barulho de cada parte da competição.

Fonte da imagem: TM2011

Embora o financiamento tenha saído do bolso do próprio corredor, algumas empresas demonstraram seu apoio pela iniciativa. Entre elas está a divisão japonesa da Nike, responsável pelo uniforme que será vestido, e a Wahoo Fitness, que providenciou o monitor de frequência cardíaca.

Quem está interessado em conferir o resultado de todo esse aparato tecnológico pode ver a transmissão ao vivo através do site www.tm2011.com no dia 27 de fevereiro. Além das câmeras transportadas pelo corredor, uma equipe de 15 cinegrafistas estará espalhada pelo percurso para a captura de imagens adicionais.

Cupons de desconto TecMundo: