De acordo com o site Mail Online, a divisão de Hong Kong da Samsonite, famosa fabricante de mochilas e malas, e a gigante dos eletrônicos Samsung estão trabalhando juntas para desenvolver uma "mala de viagem inteligente", dotada de sensores como GPS.

O equipamento envia uma mensagem ao celular quando sai da aeronave e mais uma vez quando está para ser carregada na esteira. Será que também vai ser possível rastrear a mala quando a companhia aérea perdê-la?

Para quem é paranoico, a bagagem avisa também quando for aberta e quando o dono se afasta. Outro produto que a Samsonite está testando é uma mala que faz check-in sozinha. Claro, isso vai depender de as companhias aéreas também terem um sistema para isso, mas a Emirates e a Lufthansa estão trabalhando nisso.

Comodidade

Com o check-in automático, basta colocar a bagagem na esteira para o equipamento fazer o favor de informar o voo, o destino e o peso. O sistema gera um código de identificação único e envia para o celular do dono da mala.

Outro projeto futurista é o da bagagem que segue o proprietário automaticamente, mas esse está longe de ser funcional. Por enquanto, o equipamento necessita de um motor de 20 kg e que ocupa 1/3 do espaço. Mas a Samsonite afirma que, assim como as caixas acústicas, as coisas vão ficando menores, e o projeto é revisitado regularmente.

Por enquanto, as companhias não informam quando as primeiras malas inteligentes chegarão ao mercado. Além dessa iniciativa, há a da Bluesmart, que se autodenomina a primeira mala de viagem conectada do mundo. O projeto arrecadou mais de US$ 2 milhões no site Indiegogo e está previsto para ser lançado em dezembro.

Cupons de desconto TecMundo: