Quedas acontecem e, quando se está na terceira idade, a facilidade do corpo sofrer danos é mais alta. Por isso, um desenvolvedor chamado Filippo van Hellenberg Hubar criou um cinto airbag que pretende aumentar a proteção na região dos quadris de usuários.

O dispositivo se chama Wolk — homônimo da companhia que vai vendê-lo, a Wolk Company — e possui sensores integrados que detectam a aceleração em velocidade angular, ou seja, a queda iminente. Ele está sendo desenvolvido com uma pequena cápsula de gás que infla em frações de segundo. Após ser acionado, o Wolk ainda pode ser guardado para reuso.

As pessoas mais velhas vão acolher este dispositivo se ele realmente prevenir alguma forma de dor

O desenvolvedor comenta que o cinto airbag tem um tamanho diminuto e, por isso, é confortável e também pode ser usado sob as roupas. De acordo com a Reuters, muitos idosos fraturam a bacia e outros ossos da região dos quadris, e custos relacionados ao cuidado são enormes em todo o mundo.

Vale notar que o Wolk ainda é um protótipo, mas está prestes a chegar ao mercado — os pesquisadores ainda estão refinando o hardware para melhorar a detecção de queda. "Quando ele estiver o mercado, eu acho que o Wolk terá um impacto bem alto, com muitos benefícios para as pessoas mais velhas e sistemas de saúde. As pessoas mais velhas vão acolher este dispositivo se ele realmente prevenir alguma forma de dor e machucados mais graves a longo prazo que resultam de quedas", comentou van Hellenberg Hubar.

Cupons de desconto TecMundo: