(Fonte da imagem: Reprodução/Shimizu Corp.)

Uma empresa do Japão surpreendeu muita gente ao revelar planos de, futuramente, construir um anel feito com células de captação solar ao redor da Lua para gerar energia. O “Luna Ring” mandaria energia para a Terra através de raios laser e micro-ondas.

A Shimizu Corp revelou que o plano de construir um anel com mais de 6.800 milhas (próximo de 10.943 quilômetros) de comprimento é apenas o início, já que seria necessário criar coletores ao redor da Terra para conseguir capturar toda a energia criada na Lua.

De acordo com a empresa japonesa, enquanto as instalações de fábricas no planeta seriam possíveis com a ajuda de trabalhadores normais, a construção do anel lunar seria um pouco mais complicada. Uma frota de robôs deveria ser enviada ao satélite natural, junto de todo o material necessário para a criação dos painéis. Uma vantagem dos autômatos seria a constante fonte de energia solar na superfície lunar.

A ideia seria armazenar luz solar que não estão chegando à Terra e a direcionar ao planeta em forma de raios que seriam capturados pelas instalações do planeta.

O sistema criado pela Shimizu Corp conseguiria trazer diversos benefícios, já que eliminaria problemas relacionados ao clima e céu encoberto, pois conseguiria captar energia solar 24 horas por dia. A dependência da humanidade para com fontes de energia nucleares também poderia ser eliminada com a invenção.

O grande problema do projeto é a sua dimensão, que necessitaria de uma força global para que pudesse ser colocada em prática. Por enquanto, o Luna Ring é apenas uma ideia mirabolante, podendo se tornar realidade em um futuro distante.