(Fonte da imagem: Reprodução/itnewsafrica)

O Diretor de Desenvolvimento de Negócios da Qualcomm, Dário Dal Piaz, afirmou no Forum Mobile Apps nesta quarta-feira (21/08) em São Paulo que, em breve, smartphones e tablets contarão com um sexto sentido capaz de contextualizar acontecimentos para a simplificação de tarefas.

A ideia faz parte do Gimbal, um dos projetos da Qualcomm que visa parcerias com desenvolvedores para a melhoria na experiência do usuário e otimização de funções em gadgets móveis. Para Dal Piaz, a tendência é que dispositivos móveis se tornem uma extensão do corpo do usuário, mas não apenas como um acessório, e sim prevendo o que é relevante por meio da contextualização de eventos.

Segundo o diretor da Qualcomm, em alguns anos o usuário terá acesso a aplicativos que funcionam de forma muito mais avançada e complexa do que sistemas de assistentes digitais que vemos atualmente. Donos de dispositivos móveis devem contar com apps que se antecipam ao usuário, tornando processos do dia a dia mais simples e confortáveis.

Tudo deve funcionar com base em sensores de geolocalização, posicionamento (acelerômetro) e identificação de sons e imagens. Isso poderia ajudar o software a criar eventos em agendas baseados em conversas de voz, por exemplo.