O sonho do carro voador vive na mente de todos nós. Desde crianças, a possibilidade de que o futuro nos traria tal veículo sempre nos encheu de esperanças. O futuro (ou pelo menos o que acreditávamos ser o futuro) chegou e, como você pode perceber olhando pela sua janela, carros voadores não fazem parte da nossa realidade.

Grandes montadoras parecem nem se preocupar com um projeto de carro voador por diversos motivos. Isso não impede que alguns cientistas tenham ideias sobre como um veículo voador poderia se comportar. Pensando dessa maneira, Peng Yu, um estudante do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) criou uma possibilidade para o nosso futuro.

Utilizando tablets e um Kinect, o estudante bolou um projeto de veículo voador tripulado, que poderia levar até três pessoas e não precisaria de treino para ser controlado.

Como funciona?

Através de comandos de voz e movimentos ou usando a tela de um tablet, seria possível escolher os destinos de viagem, assim como controlar um veículo voador. O protótipo utilizou Kinects modificados e programas que conseguem identificar locais dentro de um mapa predeterminado.

Isso significa que voaremos em breve pelas cidades? De maneira alguma. Enfrentando um dos maiores problemas do carro voador, o projeto precisaria de um planejamento massivo que se estenderia por décadas para assegurar a segurança de todos.

Assim como funcionam helicópteros em grandes cidades, seriam necessárias rotas para evitar colisões, regras para o tráfego dos veículos, que não poderiam simplesmente sair voando na direção que você quisesse.

Como o próprio Peng Yu revela, o plano é de que o projeto se desenvolva ao longo dos anos, buscando uma forma realista de ser colocado em prática.