Fujitsu começa a plantar alface no mesmo ambiente em que produz chips

1 min de leitura
Imagem de: Fujitsu começa a plantar alface no mesmo ambiente em que produz chips
Avatar do autor

Se você mora em uma casa, é compreensível utilizar aquele cantinho que está sobrando para cultivar algumas plantas ou vegetais. Porém, a Fujitsu, empresa que produz semicondutores, apostou em algo diferente: reservar parte de uma de suas fábricas para a produção de alface.

Porém, essa produção não é pura e simplesmente para a alimentação dos funcionários. Neste mês, a empresa começou a vender a alface plantada por 400 ienes (cerca de R$ 11) para cada 90 gramas. O que explica o preço tão alto? O fato de que elas são cultivadas em um ambiente totalmente limpo e com controle de agentes contaminantes, além de contar com sensores para monitorar o desenvolvimento.

Com isso, a Fujitsu espera faturar 400 milhões de ienes (R$ 11 milhões) por ano até abril de 2017 com a comercialização do produto.

De acordo com o jornal The Japan Times, outras companhias também estão explorando a ideia de cultivar vegetais em áreas internas, como a Olympus. Se a moda pega...

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Fujitsu começa a plantar alface no mesmo ambiente em que produz chips