Graças à crise econômica que afeta o Brasil e à redução nos pedidos relacionados à fabricação de dispositivos eletrônicos, a Foxconn decidiu demitir 480 funcionários de sua fábrica em Indaiatuba. Segundo reportagem do Valor Econômico, eles trabalhavam na produção de dispositivos relacionados às linhas da Sony Mobile.

A publicação também afirma que outras 200 pessoas têm emprego garantido até junho deste ano, mas podem ser dispensadas após esse período. “Falta pedido”, afirmou em entrevista o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas, Sidalino Orsi Junior, justificando a decisão da companhia.

Entre os fatores que prejudicam a indústria nacional de smartphones está o fim do benefício conhecido como “Lei do Bem”, que desonerava as fabricantes do pagamento de PIS/Cofins. No início de 2016, a Associação Brasileira da Indústria Elétrica Eletrônica (Abinee) divulgou que espera uma queda de 18% nas vendas de computadores, tablets e celulares durante este ano como resultado da decisão.

Quais são as suas previsões para o mercado brasileiro em 2016? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: