(Fonte da imagem: Reprodução/BGR)

Embora o iPhone continue extremamente popular, o mais recente modelo do aparelho vendeu abaixo do que era esperado pela sua fabricante. Entre aqueles que foram prejudicados por isso está a chinesa Foxconn, que registrou uma queda de 19% em seus lucros em comparação com o ano anterior.

Tradicionalmente, o smartphone e o iPad correspondem a cerca de 60% dos lucros obtidos pela organização chinesa. Entre os principais motivos para o declínio está a grande demanda que ainda existe pelas versões 4 e 4S do dispositivo portátil, o que acaba diminuindo o número de unidades do modelo mais recente que sai das lojas.

Outro motivador é o crescimento do mercado de dispositivos Android, liderado pela sul-coreana Samsung. Apesar do resultado negativo, a Apple continua no rumo de atingir as expectativas de venda determinadas por ela antes do lançamento do iPhone 5.

Cupons de desconto TecMundo: