(Fonte da imagem: Reprodução/BGR)

Um dos mais recentes lançamentos da Apple, o  iPhone 5 é um gadget leve, fino e muito bem acabado — assim como afirmou Jonathan Ive, que é o grande responsável pelo design dos produtos da Maçã.

Acontece que tanta tecnologia demanda um trabalho especializado, pois é necessário que os componentes do aparelho sejam instalados de maneira milimétricamente calculada. Além disso, a estrutura do smartphone pode ser danificada muito facilmente, o que obriga uma manipulação muito delicada por parte dos funcionários da Foxconn – uma das empresas responsáveis pela fabricação do iPhone 5.

Por conta dessas necessidades de cuidado na hora da montagem, os funcionários da fábrica estão trabalhando sob uma enorme pressão — afinal de contas, ninguém gostaria de comprar um smartphone riscado ou com problemas nos componentes eletrônicos. Contudo, o pessoal da Foxconn não passou por nenhum tipo de treinamento especial para trabalhar com o novo aparelho.

Dessa maneira, cerca de 4 mil trabalhadores chineses entraram em greve, o que interrompeu algumas linhas de produção e pode atrasar a entrega dos smartphones. A Apple ainda não comentou o caso, mas vamos esperar que a situação termine de uma maneira correta para os funcionários da Foxconn e para a empresa da Maçã.

Fonte: BGR e Gizmodo

Cupons de desconto TecMundo: