A casa de leilões Bonhams vai realizar um leilão aguardado em 3 de dezembro, em Hong Kong, com câmeras fotográficas para deixar fãs da área babando. Porém, entre modelos icônicos e já fora de uso de fabricantes como Leice, Nikon e Hasselblad, alguns itens chamam ainda mais a atenção.

O leilão terá também câmeras usadas para espionagem e em diferentes fases da história, de antes da Primeira Guerra Mundial até a Guerra Fria. Outros modelos abaixo foram lançados sem esse propósito, mais como uma novidade para lazer. Porém, em épocas assim, é difícil pensar que elas não seriam usadas dessa forma.

No maior estilo James Bond (que está em cartaz com "007 Contra S.P.E.C.T.R.E." nos cinemas brasileiros e aparece na imagem acima interpretado por George Lazenby), confira abaixo algumas das câmeras-espiãs disponíveis — que seguem o manual e são super discretas, posicionadas em relógios e até caixas de cigarro.

Câmera em pacote de cigarros Lucky Strike com medidor de luz em pacote de fósfotos (Mast Development Corp, Estados Unidos, 1949)

Câmera Ticka em relógio (Houghtons Ltd, Inglaterra, 1904)

Câmera Doryu em forma de arma (Doryu Camera Co, Japão, 1952)

Câmera Mamiya em forma de arma (Mamiya Camera Co, Japão)

Câmera Taschenbuch em livro (Haake & Albers, Alemanha, 1888)

Câmeram em relógio para colete (C.P. Stirn, Alemanha, 1886)

Câmera em relógio de pulso ABC (Steineck, Alemanha, 1948)

Câmera em anel GF81 (Gian Paulo Ferro, Itália)

Câmera espiã Minox 8245 (VEF, União Soviética)

Os valores iniciais para lances são bem variados, mas todos salgados — afinal, tudo lá é uma raridade. A câmera Lucky Strike, por exemplo, tem preço flutuante entre R$ 150 e R$ 240 mil antes mesmo de entrar em leilão.

Qual câmera semiprofissional você indica? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: