Mesmo no que há de mais cotidiano deve ser possível lançar uma nova luz, valer-se de uma nova perspectiva. Prova disso é o trabalho realizado pelo artista Pyanek. Em sua página no Facebook, o fotógrafo colocou recentemente diversas imagens de objetos corriqueiros de uma forma que você provavelmente ainda não viu.

Trata-se da série “Mundos dentro do nosso mundo”. A diretiva foi relativamente simples: fotografar objetos comuns de forma bastante aproximada. Para tanto, Pyanek lançou mão de sua câmera Canon T3i (600D/Kiss X5), embora com a lente em posição reversa. Além disso, o fotógrafo também fez uso dos programas Helicon Focus — a fim de dividir adequadamente em camadas dentro e fora de foco nas imagens — e Exposure 5.

Sim, isso é um talo de maçã.

Desnecessário dizer: o resultado realmente impressiona. De fato, a perspectiva incomum pode facilmente levar a enganos — fazendo enxergar uma língua amarela, por exemplo, onde na verdade há um floco de milho. Isso para não falar na letra “X” de um teclado de computador comum ou do verdadeiro espetáculo que pode ser um grão de açúcar se olhado realmente de perto.

Uma caneta esferográfica realmente foi o seu primeiro palpite?

Para mais imagens, confira o vídeo que abre este texto (e tente adivinhar o objeto registrado antes que o nome seja revelado na tela).

Cupons de desconto TecMundo: