Não que exista realmente algum problema com as milhares de fotografias veiculadas diariamente em redes como o Instagram ou o Facebook. Entretanto, ao conferir as belas imagens feitas pela nova câmera/microscópio da GE, fica fácil perceber que existe todo um universo de “beldades” que normalmente passa batido — digamos, entre um pau de selfie e uma foto da refeição de alguém.

A novidade, intitulada Cytell, congrega microscópio, câmera automática e citômetro (contador, examinador e classificador celular) em um mesmo equipamento de mesa para laboratórios. “[O GE Cytell] é similar a uma câmera compacta”, afirmou o pesquisador da GE Life Sciences Gary Sarkis à postagem oficial do site GE Reports.

“Isso deve ajudar muito os microscopistas a conseguirem a fotografia perfeita”, ele emenda. “Apenas com o Cytell eu percebi que poderia passar apenas cinco minutos ao microscópio e conseguir uma imagem excelente, a qual me daria orgulho de mostrar aos meus amigos.”

Altamente autônomo

A despeito da qualidade surpreendente das imagens feitas pelo Cytell (que você vê ao longo deste texto), o microscópio da GE é, em grande medida, autônomo. O aparelho tem seu funcionamento baseado em cinco “aplicações biológicas pré-configuradas”, às quais a companhia deu o nome de BioApps.

Trata-se, basicamente, de softwares macro que direcionam o sistema em tarefas comuns envolvendo testes de laboratório — reduzindo grandemente o trabalho em diversas rotinas profissionais típicas, que é convertido em um simples pressionar de botões.

“Isso permite [aos microscopistas] simplesmente determinar diversos tipos específicos de rotinas de experimento, podendo ainda obter automaticamente dados na forma de gráficos, de tabelas e de relatórios, a fim de conferir se tudo funcionou”, disse Sarkis ao referido periódico.

Aos não profissionais da área, entretanto, resta se deslumbrar com um espetáculo de cores, formas e detalhes — dando um descanso merecido às selfies.

Cupons de desconto TecMundo: