Espelho se movimenta e faz uma varredura com luz no sensor. (Fonte da imagem: Reprodução/PetaPixel)

Fotografar objetos em alta velocidade até hoje foi trabalho para sistemas que utilizavam filmes que se moviam rapidamente dentro da câmera para acompanhar a trajetória do objeto capturado. Contudo, o processo acabava por ser pouco prático graças à utilização de dispositivos analógicos. Por conta disso, uma empresa chamada MetroLaser criou um sistema de espelhos para reflexão que consegue capturar imagens com movimentos de até 12 mil km/h.

Para você ter uma ideia, isso é praticamente dez vezes a velocidade do som, o que permite ao sistema mostrar até uma barreira de ar sendo rompida por determinado projétil em alta velocidade.

O “truque” no sistema da MetroLaser foi fazer espelhos móveis, ajustados para detectar a movimentação em escala de objetos passando pela lente e refletir a luz para o sensor eliminando borrões e distorções. Fora isso, o aparelho poderá ser acoplado a muitas câmeras digitais atuais.

Projéteis podem ser fotografados como se estivessem parados. (Fonte da imagem: Reprodução/PetaPiel)

A técnica é necessária por ser praticamente impossível construir um obturador capaz de se mover em velocidades tão grandes sem destruir a si mesmo e a própria câmera. Dessa forma, os espelhos praticamente cancelam o movimento dos objetos sem de fato funcionarem na mesma velocidade do movimento que acontece na frente da lente da câmera.

Cupons de desconto TecMundo: