Bryce Bayer (Fonte da imagem: Reprodução/Engadget)

Bryce Bayer, um dos pais da fotografia moderna, faleceu na última semana, aos 83 anos. Bryce foi durante muitos anos um dos mais importantes cientistas presentes no quadro de funcionários da Kodak – empresa responsável por grande parte da evolução fotográfica.

A grande colaboração do pesquisador foi a invenção do chamado Filtro Bayer, um mosaico que traz um padrão nas cores vermelho, azul e verde. Esse arranjo permite que os sensores de silício sensíveis à luz capturem as informações sobre as cores de uma cena no momento em que a foto é tirada.

A inspiração para criar o filtro veio dos nossos próprios olhos e as suas percepções das cores. Eles também identificam muito mais o verde, o azul e o vermelho. Depois, quando a imagem é interpretada por nós, o mosaico é desfeito por algoritmos, que nos fazem visualizar tudo em cores.



O chamado Filtro Bayer (Fonte da imagem: Reprodução/Digital Photography Review)

A invenção foi patenteada em 1976 e desde então se tornou algo obrigatório em praticamente todos os sistemas de imagens digitais – desde aparelhos médios e avançados até os smartphones que utilizamos quase que diariamente para tirar as nossas fotografias.

No obituário do cientista, Dan Havlik, autor da mensagem, agradece toda a colaboração de Bryce Bayer para a evolução do padrão digital de imagens. “Nós saudamos Bryce Bayer por sua contribuição à imagem digital. Uma significante parcela da população humana se beneficia de sua invenção diariamente.” 

Cupons de desconto TecMundo: