Muita gente já dispensou câmeras profissionais na hora de fazer uma viagem ou passear pela própria cidade. Câmeras de celular hoje em dia já são capazes de cumprir um trabalho no mínimo básico de registrar retratos e paisagens.

Só que a vantagem da mobilidade não significa que todo mundo virou fotógrafo: você ainda precisa se preocupar com vários elementos que compõem uma boa imagem e não só podem fazer a sua postagem bombar nas redes sociais, mas também tornar mais bonito o registro que você fez.

O fotógrafo, instagrammer e criador de conteúdo Paulo del Valle (veja o perfil dele aqui) deu uma série de dicas de fotografia mobile à imprensa durante o evento Explore Rio with Google — e elas servem para qualquer usuário. Confira algumas delas a seguir.

1) Conheça a câmera e as funções que ela oferece

Aprenda a utilizar o app de câmera do seu celular. Busque atalhos para disparar a foto se você não quiser tocar na tela, encontre os reguladores e filtros, ajuste a resolução e por aí vai. Procure funções como o flash e o HDR para dar um toque especial. Recursos como fotos em panorama ou o PhotoSphere, da Google, também são de fácil acesso e trazem bons resultados.

2) Luz é muito importante

O horário em que você faz os cliques ao ar livre é mais importante do que parece. As duas primeiras horas após o nascer do Sol e as duas últimas horas antes do pôr-do-Sol são as "golden hours", ou seja, as horas douradas para fotografias com o melhor da iluminação natural.

3) Use a regra dos terços

Uma boa forma de deixar as fotos bem enquadradas e alinhadas é inserir a opção de "grid" no visor do app de câmera do seu celular. Esse recurso divide a tela em nove pedaços e cabe a você escolher onde o elemento fotografado vai ficar (normalmente na intersecção entre duas linhas). Use o grid também para deixar o horizonte alinhado e a foto simétrica.

Alinhe o horizonte e posicione o principal elemento do retrato como quiser.

4) Fique parado e firme

Pode parecer uma dica boba, mas muita gente perde grandes registros por se descuidar nessas horas. Deixe a mão parada na hora do registro da foto e só se mova novamente quando o app de câmera avisar que ela foi registrada — isso pode demorar uma fração de segundo a mais no modo HDR, já que mais de um clique é efetuado. Se não tiver jeito e a foto for mais produzida, use um tripé para o celular.

5) Limpe a lente da câmera

Por ser menor que a de câmeras profissionais, a lente do celular às vezes fica suja e isso passa despercebido. Passe um pano na lente volta e meia para eliminar manchas ou partículas que podem prejudicar o seu retrato.

6) Tente diferentes ângulos

Por melhor que você ache que o seu primeiro retrato saiu, não tenha medo de ousar. Mude o ângulo, aproxime-se, busque outra perspectiva e não tenha medo de tirar várias fotos do mesmo lugar. A criatividade pode recompensar você com grandes imagens.

7) Pós-produção

Aplicativos que fazem edições pontuais atualmente são mais bem vistos do que filtros que mudam uma foto inteira de uma só vez. Vários apps, como o Snapseed (Android/iOS), fazem alterações significativas nas imagens sem exigir conhecimento técnico avançado. Clique aqui para ver outras dicas de download na área.

Um exemplo de app de edição é o Snapseed.

8) Bateria externa

Se você possui uma bateria externa, leve com você durante o passeio fotográfico. Isso é importante porque você pode usar no turismo os apps de câmera, edição, as redes sociais e uma boa iluminação da tela — coisas que consomem bastante energia. Atualmente, temos vários modelos acessíveis no mercado, inclusive no Brasil).

Cupons de desconto TecMundo: