De tempos em tempos, os aficionados pelos teclados físicos nos celulares se lembram de forma saudosista da época em que ter um aparelho da BlackBerry era sinal de status e de que você era comprometido com o seu trabalho – ou que curtia muito mandar mensagens de texto, vamos ser sinceros! Embora a empresa já não seja muito significativa no mundo mobile, tudo indica que ela vai se tornar uma grande parceira da Ford no setor automotivo. O objetivo? Deixar os carros da montadora ainda mais inteligentes.

Pode ficar tranquilo, ninguém deve ver um teclado QWERTY instalado no Fusion tão cedo – vamos cruzar os dedos, por favor. O interesse da fabricante de automóveis é na plataforma QNX, adquirida pela BlackBerry há cerca de seis anos e bastante respeitada no segmento de tecnologia aplicada a veículos. Segundo informações divulgadas pela Reuters, para se aproximar mais do sistema, a Ford trouxe a BlackBerry para o seu primeiro escalão de fornecedores – uma promoção e tanto para a antiga produtora de dispositivos móveis.

QNX já é bastante popular no meio automotivo

Na prática, isso significa que a montadora está de olho na oportunidade de fazer frente às gigantes da tecnologia, como Google e Tesla, que andam invadindo cada vez mais o seu ramo de negócios. Como o QNX é uma plataforma avançada e certificada especificamente para o uso em sistemas de segurança ou de direção autônoma em milhões de carros por todo o mundo, a expectativa é que a parceria dê uma bela mãozinha para que a Ford consiga correr atrás do prejuízo, viabilizando seu serviço de veículos autônomos à la Uber para 2021.

O Sync 3 já tem como base o próprio QNX

Hoje, esse sistema operacional pode ser encontrado em máquinas das mais variadas marcas, incluindo da Ford. Agora, a tendência é que essa última passe a se beneficiar mais da solução de software e expanda seu uso para mais produtos da casa. Isso não é muito difícil de acontecer, já que o Sync 3 – sistema de infotenimento presente em alguns dos possantes da marca e desenvolvido pela Panasonic – tem como base o próprio QNX. E aí, que melhorias podemos esperar de toda essa história além de carros que se dirigem sozinhos, hein? Palpites nos comentários!

Cupons de desconto TecMundo: