Mágica? Máquina mantém bolas quicando às custas da pura física mecânica

1 min de leitura
Imagem de: Mágica? Máquina mantém bolas quicando às custas da pura física mecânica
Avatar do autor

Nada de sensores de precisão, câmeras para rastrear movimentos ou um sistema de lançamento de objetos totalmente automatizado. Chamado de “The Circular Cloverleaf”, a máquina desenvolvida pelo pesquisador Raffaelo D’Andrea, do ETH de Zurique, na Suíça, é capaz de manter até quatro bolas em movimento circular, quicando, usando princípios básicos da física mecânica.

A invenção de D’Andrea tem o objetivo de explorar as possibilidades de interação entre plataformas não controladas por sistemas de inteligência artificial e objetos também livres de automatização. Os quatro pads ficam inclinados e mantêm um movimento constante na vertical. Mais informações sobre o projeto podem ser conferidas na página do Departamento de Mecânica e Processos de Engenharia (ETH), aqui.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Mágica? Máquina mantém bolas quicando às custas da pura física mecânica