Ampliar (Fonte da imagem: Reprodução/Mozilla)

O Mozilla Firefox acaba de ganhar uma nova ferramenta de segurança. Trata-se de um botão de controle para executar plugins desenvolvidos por terceiros, tais como o Microsoft Silverlight, o Java ou o Adobe Flash — embora a versão mais atual seja automaticamente permitida.

Cada vez que um complemento for exigido, o navegador exibirá uma caixa de diálogo questionando sobre a execução (ou não) do software. A ideia é, simultaneamente, proteger os usuários de arquivos potencialmente danosos e também melhorar o desempenho do browser.

“Plugins mal desenvolvidos por terceiros são a principal causa de travamentos do Firefox”, afirmou o diretor de segurança da Mozilla, Michael Coates, ao blog oficial da companhia. “Ao ativar apenas plugins permitidos pelo usuário, nós estamos ajudando a eliminar pausas, quebras e outras consequências de complementos indesejáveis.”

Execuções automáticas ainda são possíveis

Naturalmente, a atualização do Firefox não significa que será sempre necessário ativar manualmente cada um dos plugins necessários à navegação. De fato, é possível marcar complementos individualmente para execução automática — o que fará com que tudo funcione como sempre foi.

Além disso, a atualização acrescenta ainda um novo ícone à barra de endereços do browser, o qual exibe uma lista de plugins desabilitados. Basta clicar em “ativar” para que a execução incondicional volte a funcionar.

Cupons de desconto TecMundo: