Se você é do tipo que fica revoltado com a quantidade de memória abocanhada pelos navegadores mais atuais, saiba que o pessoal da Mozilla está ouvindo os seus lamentos. Disposta a suavizar o uso da RAM no seu PC ou dispositivo mobile, a equipe liberou a versão 54 do Firefox, que utiliza uma nova tecnologia de processamento múltiplo para permitir que os usuários possam manter diversas abas abertas no browser sem prejudicar a performance no equipamento.

A nova edição do software foi apresentada nesta quarta-feira (14) e traz recursos que tiram o atraso do Firefox em relação aos seus concorrentes. Nick Nguyen, vice-presidente do projeto, acredita que a mudança no sistema de processamento do navegador faz um melhor uso do hardware atual dos computadores e celulares. “Agora ele pode entregar a você mais da web... mas com menos espera”, explicou o executivo.

Uso de memória em relação aos concorrentes

A Mozilla corre atrás do prejuízo

Nguyen também afirma que, no geral, a versão renovada do browser “usa significativamente menos RAM que seus concorrentes no Windows 10, macOS e Linux”. Com essas novidades, a Mozilla corre atrás do prejuízo em relação a nomes como Chrome, Safari e Edge. Afinal, a empresa foi a última das grandes do setor a adotar o suporte oficial aos sistemas 64 bits e agora uma das últimas a deixar de lado o processamento único pelo múltiplo.

Resta saber o impacto que isso terá na participação do mercado do Firefox, que atualmente fica na terceira posição do setor, atrás do Google Chrome e do velho Internet Explorer. E aí, pretende voltar a testar o app, ele ainda é o seu navegador favorito ou acha que o software ainda precisa de muito trabalho para se tornar verdadeiramente competitivo? Deixe a sua opinião sobre o tema mais abaixo, na seção de comentários.

Cupons de desconto TecMundo: