Maior entidade mundial do futebol, a FIFA tem sido bastante reticente no uso de tecnologias modernas. Assim, surge como surpresa a revelação de que ela vai começar a permitir que replays televisivos sejam usados como base para que árbitros possam decidir o que fazer diante de jogadas polêmicas.

A decisão foi tomada junto ao Quadro Internacional da Federação de Futebol, que determinou que vídeos podem ser usados para decidir sobre cobranças de pênalti, aplicação de cartões vermelhos e gols. Os primeiros testes devem ser iniciados em 2017, mas as entidades só devem decidir se o sistema realmente vai ser aplicado em 2018 ou 2019 — ou seja, são poucas as chances de que ele já funcione durante a próxima Copa do Mundo.

Tecnologia chega aos gramados em 2017

Entre as ligas que vão adotar a novidade estão a Major League Soccer (dos Estados Unidos), a Bundesliga (Alemanha) e a Liga-A Hyundai da Austrália. A tecnologia também vai ser aplicada em competições no Brasil, na Holanda e em Portugal, o que vai permitir à FIFA ter uma noção mais completa de seu impacto em âmbito global.

“Acreditamos que chegou a hora de um mecanismo que ajude árbitros a evitar decisões claramente incorretas que mudam um jogo. Estamos ansiosos para trabalhar com a IFAB e com a FIFA no teste de assistentes de vídeo para nossos juízes”, afirmou a Major League Soccer em um comunicado.

Cupons de desconto TecMundo: