Durante um painel no Fórum Econômico Mundial que está acontecendo nesta semana na cidade suíça de Davos, a Chefe de Operações do Facebook, Sheryl Sandberg, afirmou que uma forma de combater o terrorismo na rede hoje é através do botão “Curtir”. Ele pode ser usado como uma forma de ataque contra organizações terroristas, disseminando mensagens positivas em páginas carregadas de discursos de ódio.

Como exemplo, ela citou uma ocasião recente em que usuários alemães da rede social deram diversos “likes” em uma página sobre neonazismo e, em seguida, postaram inúmeras mensagens carregadas de esperança. Segundo a executiva, o melhor a se fazer a respeito de grupos como o Estado Islâmico é dar voz às pessoas que foram recrutadas por ele, entenderam o que estavam fazendo, fugiram e voltaram para contar a verdade.

Para Sandberg, a melhor forma de combater essas organizações é o “contra-discurso”. Sem surpresas, a fala dela vem depois do encontro realizado recentemente na Casa Branca no qual representantes de várias companhias do Vale do Silício debateram com o governo americano maneiras de combater a propaganda terrorista na internet. Foi considerado até mesmo utilizar uma forma do sistema de sinalização de possíveis suicidas que existe no Facebook para marcar também páginas e usuários que apresentem sinais de radicalização.

Quais outras ações você acha que o usuário comum pode tomar para combater o terrorismo na internet? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: