Reforçando o mote recente de facilitar o acesso à mídia para negócios localizados, o Facebook acaba de incluir textos de críticos de restaurantes em seu sistema de buscas. Ainda em versão experimental, o programa integra publicações de vários veículos dos EUA, incluindo a New York Magazine, a Bom Appétit, a San Francisco Chronicle, a Condé Nast Traveler e a Eater.

“A fim de conferir acesso a uma quantidade ainda maior de informações úteis, nós estamos testando uma nova unidade que exibirá análises de críticos especializados para determinados restaurantes nos EUA”, disse um representante da companhia ao site Mashable. “A partir de hoje, vocês encontrará críticas especializadas, além das análises de amigos e de outras pessoas que estiveram no estabelecimento.”

Embora seja de uma função relativamente distinta da também recente “Artigos Instantâneos” — programa que convida publicações a depositar matérias de forma imediata no Facebook —, a adição representa outro esforço por levar conteúdos de qualidade para dentro da rede social, sem necessidade de links externos. De acordo com a companhia, esse tipo de integração propicia “melhores experiências para os consumidores”, sobretudo em plataformas mobile.

Resumos e textos completos

Inicialmente, a nova funcionalidade dispara pequenos resumos das publicações, disponíveis tanto em buscas por restaurantes quanto nas próprias páginas dos estabelecimentos no Facebook. Caso queira conferir o texto na íntegra, basta que o usuário clique sobre o link agregado.

“Considerando-se que análises são importantes para ajudar as pessoas a tomar decisões sobre o que fazer localmente, nós estamos animados por incorporar uma nova forma de as pessoas utilizarem o Facebook, a fim de conseguir as melhores experiências no mundo real”, disse outra representante da companhia, dessa vez ao site The Verge, garantindo ainda que “milhares” de restaurantes estão incluídos no programa.

Abraçando os pequenos negócios

As novas funcionalidades do Facebook parecem, de fato, uma sacada duplamente genial. Além de favorecer a produção de conteúdos diretamente para a rede social (sem atrasos de links externos, algo particularmente penoso para usuários da internet móvel), a companhia ainda reforça a ideia de “abraçar” pequenos negócios — ou negócios de projeção localizada apenas.

Conforme dados do próprio Facebook, há algo em torno de 30 milhões de páginas de pequenos negócios hospedadas na rede social. Dessa forma, a cúpula da companhia anda em um brainstorm extensivo para descobrir formas para que esses negócios consigam anunciar para públicos maiores — como prova a associação da Yahoo! com a Yelp e a aquisição da Zagat pela Google, em 2011.

As críticas de restaurantes, em particular, representam uma parcela de grande peso competitivo no abarrotado ecossistema online, sobretudo no que se refere a incorporações em sistemas de busca. De fato, a adição de críticas especializadas às buscas representam apenas uma das novas manobras publicitárias do Facebook — que deve permitir em breve que os estabelecimentos entrem em contato com seus consumidores por meio do WhatsApp.

Cupons de desconto TecMundo: