O Facebook é recheado de joguinhos e outras atrações próprias para tomar um dinheirinho do seu bolso. Se muitos adultos já gastam algumas moedas na rede social de Mark Zuckerberg, imagine quantas crianças não compram bombas de cor e jogadas extras no Candy Crush online, por exemplo.

Por isso, diversos pais da Califórnia, nos EUA, processaram coletivamente o Facebook para restituí-los de gastos feitos por seus filhos — sem permissão e com facilidade. Agora, o tribunal de San José decidiu que a rede social vai ter que responder esta ação.

De acordo com a juíza Beth Labson Freeman, a rede social vai poder buscar a restituição financeira individual ou em grupo, mas cada caso deve ser avaliado separadamente. "A diferença entre o Facebook e outros serviços é que a companhia sabe dos problemas relacionados à idade dos usuários, mas trata crianças da mesma forma que adultos quando a questão é tomar o seu dinheiro", comentou um dos advogados envolvidos no caso.

O Facebook deu declaração afirmando que não há mérito nessa ação judicial, então vai se defender "vigorosamente" até o final.

Cupons de desconto TecMundo: