O Facebook publicou no último domingo (28) um pedido de desculpas oficial pelo seu sistema de retrospectiva automático. A rede social se diz arrependida pelo fato de que o recurso fez com que alguns de seus usuários fossem forçados a reviver alguns momentos traumáticos ocorridos durante 2014.

O problema veio à tona graças a Eric Meyer que, em seu blog pessoal, relatou como o sistema selecionou automaticamente fotografias de sua filha de seis anos, que faleceu no início do ano em decorrência de um câncer cerebral. O algoritmo usado pelo site usa como base as fotografias que mais geraram comentários e foram curtidas, sem usar um diferenciador que indique se o conteúdo em questão é positivo ou não.

Jonathan Gheller, gerente de produto responsável pela retrospectiva, escreveu pessoalmente um pedido de desculpas a Meyer. Segundo ele, embora o recurso “tenha sido ótimo para muitas pessoas”, casos como o relatado no blog são prova de que o Facebook pode fazer algo melhor.

Cupons de desconto TecMundo: