Anunciado nesta quinta-feira (23), o Rooms, ferramenta mobile do Facebook em forma de bate-papo que permite conversas em grupo mediante convite, já está envolvido em uma polêmica grave. Aparentemente, o app foi acusado de plágio pela Room (sim, a diferença é de apenas uma letra), que teria lançado um serviço idêntico um pouco antes.

O aplicativo Room foi adicionado em setembro na App Store e, de fato, possui uma enorme quantidade de semelhanças com o Rooms — desde a descrição sobre a ideia de recriar salas de bate-papo até a interface e o funcionamento, que é o de entrar em conversas mediante convite.

O cofundador da Room, Damien Rottemberg, afirma que não tem qualquer ligação com o Facebook e não sabe o que aconteceu, mas disse que fará o possível para defender a propriedade intelectual. Em outras palavras, a equipe ainda decide se levará o caso para um tribunal.

Abaixo, confira um pouco da interface do Room.

Em um comunicado enviado ao site 9 to 5 Mac, Damien diz desconhecer se "(...) alguma coisa vazou de investidores de capital que são ligados ao Facebook enquanto conversávamos, de executivos do Facebook que temos em nossa lista de contatos, de amigos de amigos trabalhando no Facebook ou se alguém no Facebook viu nosso app e pensou que ele era legal o suficiente para ser copiado".

Cupons de desconto TecMundo: