Um exemplo de como os anúncios surgirão no feed. (Fonte da imagem: Reprodução/Facebook)

Não estranhe se você estiver navegando no Facebook e um clipe que não foi postado por seus contatos for exibido repentinamente na tela: de acordo com o The Wall Street Journal, o site e o aplicativo mobile do serviço criado por Mark Zuckerberg receberão em breve anúncios em vídeo que serão executados automaticamente (ou seja, sem precisar da permissão do usuário).

Em um anúncio oficial, o Facebook confirmou a existência das propagandas automáticas, mas afirmou que "um pequeno número de pessoas" será cobaia para o método de anúncio, que começa a ser testado na prática ainda nesta semana. Anteriormente, fontes afirmaram que a empresa havia desistido desse formato de publicidade.

Mas o site garante que os vídeos não serão muito invasivos: para começar, a reprodução começa sem som (o áudio é ativado só se você configurá-lo para tal ou clicar para exibir em tela cheia) e, no caso de dispositivos móveis, a publicidade surge apenas quando você está conectado via WiFi, sem consumir planos de dados. No final da reprodução, duas novas opções de anúncios são ofertadas para você "continuar descobrindo conteúdo dos mesmos anunciantes".

Os anúncios, que aparecerão como uma postagem patrocinada no feed de atualizações, podem arrecadar até US$ 66,4 bilhões anuais à rede social.

Cupons de desconto TecMundo: