(Fonte da imagem: Reprodução/Linhares Design)

Em geral, quando as pessoas encontram uma mensagem no Facebook com a qual concordam, elas a curtem e compartilham. Entretanto, às vezes muitas delas são levadas pelo momento e realizam essas ações sem pensar ou pesquisar sobre o assunto – e este é o caso de duas mulheres, que agora devem pagar R$ 20 mil a um veterinário acusado injustamente em mensagem na rede social.

De acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o profissional foi acusado de negligência no tratamento de uma cadela que seria castrada. A informação, que não foi comprovada, ganhou uma mensagem na rede social que foi curtida e compartilhada pelas rés.

A decisão foi tomada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. O relator do processo, o desembargador José Roberto Neves Amorim, disse que a decisão é inédita e será recomendada como jurisprudência para que seja aplicada em casos semelhantes.

“Há responsabilidade dos que compartilham mensagens e dos que nelas opinam de forma ofensiva”, explicou Amorim. Ele complementou a informação dizendo que o Facebook deve “ser encarado com mais seriedade e não com o caráter informal que entendem as rés”.

Cupons de desconto TecMundo: