(Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

O Facebook anunciou nesta terça-feira (29) que vai promover uma reformulação completa de seu comunicador instantâneo para iOS e Android. A mudança começa no nome do software, que de Facebook Messenger passa a ser somente Messenger, adotando características que o afastam um pouco dos padrões estabelecidos pela rede social.

A maior mudança fica por conta do visual do aplicativo, que passa a exibir ícones, textos, botões e janelas com um tom de azul mais claro e vibrante. As mudanças são tantas que, não fosse a presença do tradicional símbolo de “curtir”, o programa poderia ser confundindo facilmente com algum produto concorrente.

As mudanças são reflexo do posicionamento adotado pelo Facebook no último outono, época durante a qual a empresa decidiu que não ficaria em um lugar secundário frente ao WhatsApp. Apesar de a primeira iniciativa que a empresa tomou para tornar isso verdade não tenha dado muito certo (o Facebook Home), o investimento em um novo visual para o Messenger indica que ela não desistiu de suas intenções.

(Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

A nova versão do app já pode ser testada por um grupo aleatório de usuários do Android, devendo chegar a todos aqueles que usam o sistema operacional da Google e o iOS nas próximas semanas. “Essa é uma renovação da marca Messenger”, explicou o designer Luke Woods ao The Verge. Segundo ele, não só o software pretende se adaptar melhor ao mercado mobile como também tem a intenção de respeitar melhor as convenções seguidas pelas plataformas nas quais ele está disponível.

Cupons de desconto TecMundo: