(Fonte da imagem: Divulgação/Facebook)

Ao apresentar ao público o Facebook Home, Mark Zuckerberg estava na verdade mostrando o que ele acredita ser o futuro da rede social. Embora não haja indicações de que as mudanças apresentadas por ele cheguem aos desktops em um futuro próximo, as mudanças recentes pelas quais o site vem passando indicam um foco cada vez maior no mundo dos smartphones.

Porém, quem espera que uma função semelhante chegue ao iOS vai ficar decepcionado ao saber que isso provavelmente não vai acontecer tão cedo. Segundo Zuckerberg, foi a característica aberta da plataforma Android que permitiu a ele e sua equipe desenvolverem o Home da maneira que eles desejavam — algo que não acontece nos dispositivos fabricados pela Apple.

O CEO do Facebook afirma que uma versão da novidade para iOS só seria possível através de uma parceria com a empresa de Cupertino, que costuma manter sob rédeas curtas desenvolvedores externos. Com isso, a rede social teria que ceder o controle de alguns aspectos de seu software para a criadora do iOS, algo que não seria vantajoso para ela no momento.

Windows Phone

Com isso, ficam claros os motivos pelos quais o Home está fazendo sua estreia no sistema operacional da Google, algo que deve se tornar um padrão nos próximos lançamentos anunciados por Zuckerberg. Ao que tudo indica, uma versão da novidade deve chegar em breve ao Windows Phone, que não apresenta tantas restrições aos desenvolvedores quanto aquelas vista em produtos da Apple, embora não seja um SO tão aberto quanto o Android.

Segundo o CEO do Facebook, a Google está ciente do que está sendo feito, porém não está colaborando de forma direta com o desenvolvimento do novo produto. “O Android foi construído a partir de sua base para permitir esse tipo de abertura”, afirmou Zuckerberg durante a apresentação da novidade.

Cupons de desconto TecMundo: